Cereja de S. Julião e Portalegre

​É o fruto proveniente das cultivares resultantes do cruzamento da cerejeira brava (Prunus avium L.) com as variedades autóctones da zona de Portalegre. A Cereja de São Julião - Portalegre, de cor preta, é uma variedade muito resistente e muito saborosa.

O uso da Denominação de Origem Protegida obriga a que a cereja seja produzida de acordo com as regras estipuladas no caderno de especificações, o qual inclui, designadamente, as condições de produção, colheita e acondicionamento do produto.

A rotulagem deve cumprir os requisitos da legislação em vigor mencionando também a Denominação de Origem Protegida. A Cereja de São Julião - Portalegre deve ostentar a marca de certificação aposta pela respetiva entidade certificadora. 

Comercialmente só pode apresentar-se devidamente acondicionada em materiais próprios e pré-embalada.