Carne Mertolenga

É uma raça de regiões severas, do ponto de vista do ambiente envolvente: clima e relevo, tipo de solos, qualidade e quantidade da pastagem natural.

​Carcaças de vitela, novilho, novilha ou as peças delas provenientes, refrigeradas, obtidas a partir de animais da Raça Mertolenga, inscritos no Livro de Nascimentos e filhos de pai e mãe inscritos no Livro Genealógico da Raça Bovina Mertolenga. Mantém a forma tradicional de maneio que confere à carne características organolépticas diferenciadas.

O uso da Denominação de Origem Protegida obriga a que a carne seja produzida de acordo com as regras estipuladas no caderno de especificações, o qual inclui, designadamente, a identificação dos animais, o saneamento e a assistência veterinária, o sistema de produção, a alimentação, as substâncias de uso interdito e as condições a observar no abate e conservação das carcaças.

Comercialmente a carne de bovino da raça Mertolenga pode apresentar-se em carcaças ou em peças acondicionadas em sacos ou recipientes plásticos. A rotulagem deve cumprir os requisitos da legislação em vigor, mencionando também a Denominação de Origem Protegida. A Carne Mertolenga deve ostentar a marca de certificação aposta pela respetiva entidade certificadora.