Ameixa D'Elvas

É o fruto da cultivar Prunus domestica, da variedade “Rainha Cláudia Verde”

O uso da Denominação de Origem Protegida obriga a que a ameixa seja produzida de acordo com as regras estipuladas no caderno de especificações, o qual inclui, designadamente, as condições de produção, de condução dos pomares, de colheita dos frutos e de secagem ou de transformação e de acondicionamento do produto.

A rotulagem deve cumprir os requisitos da legislação em vigor mencionando também a Denominação de Origem. A Ameixa de Elvas deve ostentar a marca de certificação aposta pela respetiva entidade certificadora.

Comercialmente só pode apresentar-se devidamente acondicionada em materiais próprios e pré embalada, sob a forma de:

• Ameixas frescas - frutos frescos da categoria Extra ou I devidamente embalados e rotulados;

• Passas - ameixa seca ao sol ou em câmaras próprias, apresentada em embalagem de origem devidamente rotulada;

• Confitadas (escorrida, em calda ou com cobertura) - ameixa transformada segundo métodos tradicionais, apresentada em embalagem de origem, devidamente rotulada. Tradicionalmente estas embalagens eram redondas ou quadradas, muito bem decoradas e forradas de papel recortado.