Alentejo Global Invest

O projeto Alentejo Global Invest pretende promover de forma inovadora e alargada um conjunto de infraestruturas e recursos da região alentejo, com o intuito de potenciar o seu reconhecimento internacional junto de empresas e investidores.

PROMOVER O AUMENTO DE INVESTIMENTO NO ALENTEJO
O projeto visa o aumento do investimento externo na região Alentejo, de forma integrada com os principais parceiros regionais e assente nas principais infraestruturas da região e nos seus setores-chave. Este objetivo será potenciado através da promoção internacional dos fatores de atratividade, nomeadamente os equipamentos e recursos existentes na região, bem como os principais setores de atividade económica alinhados com os domínios de especialização inteligente (EREI), no sentido de captar investimento e potenciar o Alentejo como um espaço de oportunidades e de inovação. Pretende-se promover internacionalmente os principais equipamentos e recursos associados à região Alentejo, assim como reforçar a sua capacidade de atratividade no sentido de captar investimento e potenciar o desenvolvimento do território, numa perspetiva de internacionalização da economia da região.

AÇÕES PRINCIPAIS:
– Rede regional de atração de investimento externo em setores e infraestruturas-chave;
– Sistema integrado de apoio à decisão para o investimento;
– Promoção internacional da região (setores e infraestruturas-chave);
– Dinamização da rede de i&d como fator-chave de atratividade.

OPORTUNIDADE DE REALIZAÇÃO DAS INTERVENÇÕES
O desenvolvimento económico regional, nacional e internacional está dependente de uma maior capacidade de competir pela captação e investidores. Esta competição é atualmente feroz no plano nacional, europeu e no resto do mundo. O posicionamento do Alentejo e do presente projeto visa dar uma resposta à necessidade de acompanhar as tendências de utilização de redes de captação de investimentos, da utilização de sistemas de informação e dados complexos, da capacidade de construir instrumentos fulcrais para a tomada de decisão e planeamento. É necessário promover em rede a construção das ferramentas necessárias à promoção integrada do território e desenvolver ações concretas de diálogo com investidores com vista à sua captação, nos mercados europeus e mundiais. É fundamental a construção de uma visão integrada que promova a região e que coloque informação de forma a influenciar decisores aos mais diversos níveis. Tendo em conta as características da região e a conjuntura em que vivemos, a aposta na promoção dos fatores de atratividade no sentido de atrair investimento externo que se transforme na criação e revalorização de empresas com potencial exportador é, sem dúvida, um aspeto-chave para o desenvolvimento do Alentejo. O projeto responde a uma necessidade e reforça a oportunidade de potenciar o desenvolvimento regional apostando nos setores que se inserem nos domínios selecionados no âmbito da estratégia de especialização inteligente para o Alentejo, estratégia essa que não só tem em conta a geoeconomia, potenciando a consolidação dos setores tradicionais estratégicos, como também as mais recentes tendências que potenciam o aprofundamento de novas fileiras e a diversificação da base produtiva regional, como é o caso do turismo, da aeronáutica e das energias.


Plano de Ação

REDE REGIONAL DE ATRAÇÃO DE INVESTIMENTO EXTERNO EM SETORES E INFRAESTRUTURAS-CHAVE: O objetivo desta componente é o desenvolvimento de ações que visem determinar e potenciar a competitividade da região Alentejo para a atração de investimento direto estrangeiro nos setores-chave (domínios de especialização inteligente), através da identificação e potenciação dos principais fatores de atratividade (equipamentos e recursos), da identificação e caracterização dos mercados com potencial para a atração de investimento na região, da análise prospetiva de impacto de novos tratados de comércio internacional na região, da estruturação/dinamização de uma rede regional e elaboração de recursos de apoio ao acolhimento e acompanhamento de investidores externos. Tem como principais atividades: 
- Constituição e formalização de uma rede de suporte ao investimento alicerçada nas infraestruturas-chave e seus atores; 
- Constituição e formalização de uma rede de suporte ao investimento alicerçada nos setores-chave da EREI e seus atores; 
- Estudo do impacto do mercado único digital para a europa no desenvolvimento económico da região e na atração de investimento externo direto; 
- Dossier de atração de investimento em setores e infraestruturas-chave.

SISTEMA INTEGRADO DE APOIO À DECISÃO DO INVESTIDOR EXTERNO: A capacidade de recolher e processar grandes quantidades de informação (BIG DATA) relevante para a decisão de investimento é, hoje, um dos fatores mais importantes para dirigir ações de atração de investidores e de decisões estratégicas ao nível do planeamento do território. O sistema proposto visa agregar informação e conhecimento com vista à maximização de resultados no processo de atrair investidores, PME e de apoiar os atores no território nas suas decisões estratégicas. O sistema permitirá a recolha de informação, o seu tratamento e a sua interoperabilidade com sistemas nacionais internacionais de apoio à decisão, promovendo uma região mais orientada para o conhecimento real das suas condições de oferta. A parceria e os atores mais relevantes na promoção da região utilizarão o sistema implementado como base de conhecimento de indicadores, de repositório de oportunidades, onde terão ao dispor todo o dossier de atração do investidor de forma dinâmica e atualizada. Pretende-se ainda incluir diversas componentes de monitorização de sistemas e dados externos relativos a oportunidades de investimento, bem como incluir informação regional em sistemas externos onde os investidores pesquisam oportunidades. Esta ferramenta de promoção coletiva da região permitirá uma dinâmica conjunta e integrada de atração do investimento, com uma abordagem incremental cuja informação e conhecimento apresentem elevada resiliência, por forma a gerar impacto nas decisões tomadas.

PROMOÇÃO INTERNACIONAL DA REGIÃO (setores e infraestruturas-chave): Promover internacionalmente os fatores de atratividade do Alentejo nomeadamente os setores e infraestruturas-chave capazes de potenciar o investimento externo na região. Esta ação contribui diretamente para a promoção da visibilidade e para o reconhecimento internacional dos fatores de atratividade, nomeadamente dos equipamentos e recursos associados à região, assim como dos principais setores integrados nos domínios de especialização inteligente (EREI), no sentido de captar investimento e potenciar o desenvolvimento do território, numa perspetiva de internacionalização da economia do Alentejo. As atividades incluem: 
- Missão em Bruxelas para articulação permanente e em rede para toda a Europa, no sentido de promover a região utilizando a localização de Bruxelas como pivô de suporte às missões; 
- Missões Internacionais Alentejo (Europa, América do Norte, América do Sul e Ásia) com Mostra Intersetorial do Alentejo e realização de contactos no sentido de convidar potenciais investidores a visitar a região; 
- Embaixadores do Investimento Externo no Alentejo com identificação de investidores estrangeiros no Alentejo que possam servir de exemplo como casos de sucesso e apoiar na identificação de clientes e fornecedores pertinentes no âmbito das atividades que desenvolvem no Alentejo e nos países de origem, numa perspetiva de atração de investimento e apoio à internacionalização; 
- Ações de informação/promoção junto da comunidade portuguesa emigrada com capacidade para investir e identificar potenciais investidores para a região Alentejo.

DINAMIZAÇÃO EM REDE DOS LABORATÓRIOS, CENTROS DE SABER E CONHECIMENTO DA REGIÃO COMO FATOR DE ATRATIVIDADE E FOCALIZAÇÃO NA RIS3 – SRTT E RRCTA: Tendo em conta que a construção de uma sociedade baseada no conhecimento e que a transferência de tecnologia e conhecimento para as empresas e a existência de recursos humanos qualificados, são considerados um fatores-chave para o desenvolvimento regional, e tendo em conta o potencial existente na região, nomeadamente a nível das infraestruturas e recursos existentes, é essencial desenvolver atividades de promoção internacional dos laboratórios e dos centros de saber e conhecimento da região como fator de atratividade, em linha com os domínios de especialização inteligente. Assim, esta componente revela-se essencial na captação de investimento estrangeiro em áreas de alta intensidade em termos tecnológicos e de conhecimento.