Investir

A região do Alentejo dispõe atualmente de uma oferta muito relevante de infraestruturas e serviços de apoio à atividade empresarial. Face à amplitude e diversidade desta oferta, a região e os seus agentes estão em condições de assegurar uma resposta eficaz e adequada às necessidades individuais de cada investidor.

A região dispõe portanto de uma oferta composta por 101 infraestruturas de acolhimento empresarial, das quais cerca de metade (52) com perspetivas de expansão a concretizar num horizonte temporal de curto-médio prazo. Complementarmente, encontra-se ainda prevista a disponibilização de 19 novas infraestruturas nesse mesmo horizonte temporal, ampliando assim o stock regional em 19% para um total de 120 unidades.

A rede de infraestruturas de acolhimento empresarial corresponde à face mais imediata e visível do esforço coletivo de consolidação de uma envolvente empresarial atrativa na região, permitindo dispor atualmente de uma rede com ampla cobertura territorial e uma assinalável diversidade tipológica.

Ainda assim e com relevância crescente, a região tem vindo a expandir e consolidar o dispositivo institucional de apoio à atividade empresarial, integrando:

  • Municípios (através dos respetivos gabinetes de apoio ao desenvolvimento económico);
  • Agências e associações de desenvolvimento local e regional;
  • Associações empresariais;
  • Instituições de ensino superior Universitário e Politécnico;
  • Escolas profissionais e centros de formação profissional;
  • Centros integrantes do Serviço Público de Emprego;
  • Unidades de investigação e desenvolvimento (I&D) e centros tecnológicos.

Dada a sua relevância, é especialmente merecedora de destaque a recente constituição do Sistema Regional de Transferência de Tecnologia (SRTT) do Alentejo, o qual tem por missão promover e dinamizar a transferência de conhecimento entre os centros de saber e a sociedade com vista a alavancar e promover o crescimento económico da região com base em inovação, conhecimento e propostas de alto valor acrescentado, abarcando um conjunto de áreas diversificadas como a agricultura, a arqueologia, as ciências sociais, a economia e a gestão, a aeronáutica, as artes, a engenharia civil, a saúde e apoio social e as TIC. A peça central do SRTT corresponde ao Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo, infraestrutura que corporiza a atividade de acolhimento e suporte às iniciativas de promoção e transferência de I&DT.​