Hidrosoph

Instalada no Alentejo desde 2008

Eduardo Pinheiro - Sócio

"A empresa nasce em 2008, a partir da consciência de que havia necessidade de criar uma tecnologia para regar melhor as culturas. Pensámos, por isso, em unir esforços e as nossas competências e criámos um modelo de negócio baseado num software por nós desenvolvido que permitisse em qualquer sítio do mundo e através de qualquer dispositivo a qualquer agricultor saber o que se está a passar com cada uma das suas plantas e saber também a cada momento que quantidade de água deve ser dada. Desde o princípio que olhamos para o mundo como um território natural de intervenção e como precisávamos de um local para desenvolver a nossa atividade olhámos para o mapa e vemos que no centro está o Alentejo e no centro de Portugal está Évora. Escolhemos Évora. Em boa hora. Como uma das caraterísticas do nosso negócio é a tecnologia, precisávamos de ter uma ligação estreita ao potencial de recursos humanos vindos de uma universidade e a Universidade de Évora é uma referência.  E por outro lado, também era importante uma universidade que tivesse tradição na investigação agrícola, o que a Universidade de Évora também tem. Estamos, por exemplo, a trabalhar com um dos institutos que tem  especialistas muito avançados ao nível mundial na cultura do tomate. Esta proximidade é uma das grandes vantagens deste território. A que se deve associar a centralidade  e a qualidade de vida que aqui se consegue ter. Para a nossa empresa, que vende um serviço que pode ser consultado e prestado em qualquer parte do mundo, faz sentido que esse lado do mundo onde se está seja  o melhor. O melhor quer dizer, um sítio onde se possa testar a tecnologia, onde se possa desenvolver e ter recursos para essa tecnologia e ao mesmo tempo que os acessos  sejam muito fáceis.”

Eduardo Pinheiro - Sócio

Alcarcova de Baixo 54, 7000-841 Évora

Informações Adicionais